Traçadinho

(Original da Estudantina Universitária de Coimbra)

Vejo a lua duas vezes
E o céu está a abanar
Que diabo aconteceu
Como é que aqui vim parar

As pernas estão a tremer
Isto agora vai ser bom
Queria cantar um fadinho
Mas não acerto com o tom

Refrão
Desta vez estou mesmo à rasca
Vou-me pirar de mansinho
Não volto àquela tasca
Não bebo mais traçadinho.

Tenho a guitarra partida
Esta noite é p’rá desgraça
Não conheço esta avenida
Afinal o que se passa

Esta vida é de loucos
Esta vida é ir e vir
Porque um homem bebe uns copos
Começa logo a cair.

Posted in Cancioneiro and tagged as , ,