Adeus da Primavera

Andorinha de asa negra, onde vais
Que andas a voar tão alta.
Leva-me ao céu contigo, vá
Que eu lá de cima digo adeus ao meu amor.
Ó andorinha,
da primavera,
Ai quem me dera,
também voar.
Que bom que era,
Ó andorinha,
da Primavera,
também voar.

Adeus dissemos,
E nada mais d’então ficou.
De asas quebradas,
Foi a ave branca que voou.
Voa lá alto que eu morro bem sei sem voltar.
Cantem as aves do monte que eu fui ver o mar.

Ai, não sei de mim.
Ai, não sinto nada.
Ai, e nem voltei.

Posted in Cancioneiro and tagged as , , , ,